Hóquei: Mais dois títulos nacionais

Secção de hóquei em patins do Sport Lisboa e Benfica em alta. Este fim-de-semana, mais dois títulos nacionais conquistados. Isto para juntar à Supertaça e à Liga Europeia vencidas pelos seniores masculinos e ao bicampeonato dos juniores.

Enquanto que a equipa de juvenis venceu em Valongo a “final-four” do campeonato nacional, em anos de estreia, a equipa feminina orientada por Paulo Almeida sagrou-se também campeã nacional, após um ano de árduo trabalho que se traduziu num percurso notável!

Parabéns!

Juvenis campeões nacionais

Juvenis campeões nacionais

Hóquei: Mudanças no campeão europeu

Dois reforços e novo treinador. Miguel Rocha (ex-capitão dos juniores) regressa após um ano de Oliveirense, e Guillem Trabal, um grande nome do hóquei em patins mundial, vem colmatar a vaga na baliza deixada por Ricardo Silva. De realçar o facto de Miguel Rocha ter alcançado a final da Taça de Portugal da pretérita temporada ao serviço da Oliveirense assumindo-se como um pilar daquela equipa, e o palmarés sublime de Trabal, um dos melhores guarda-redes do mundo.

Quanto a Pedro Nunes, novo técnico, e com a saída de Luís Sénica para a selecção nacional, a escolha acaba por se revelar lógica. Um treinador que além de ter desenvolvido trabalhos sublimes no Paço D’Arcos e na selecção moçambicana, é um verdadeiro Benfiquista.

O defeso trará mais novidades. Certo é que apesar de ter sido várias vezes apontado à Luz, Emanuel García não será reforço do campeão europeu.

Hóquei: Juniores bicampeões nacionais

A equipa júnior de hóquei em patins do Sport Lisboa e Benfica sagrou-se no pretérito fim-de-semana bicampeã nacional!

Uma tremenda vitória frente ao HC Braga na final. Mesmo com todas as adversidades que o jogo foi proporcionando à nossa equipa,o triunfo acabou por nos sorrir! Nunca desistir foi o segredo, mesmo quando tudo estava contra nós.

Nova página de história escrita. Depois de vencer o campeonato no passado ano após 14 anos de seca, esta equipa tornou pela primeira vez o Benfica bicampeão nacional de juniores, algo que nunca tinha acontecido na história do clube.

É com grande satisfação que encaro esta conquista!

Parabéns!

Bicampeões

4ª feira, todos ao Pavilhão Império Bonança!

Fica o apelo para que todos os Benfiquistas que tenham oportunidade marquem presença esta quarta-feira, a partir das 21h, no Pavilhão Império Bonança! O Sport Lisboa e Benfica joga a penúltima jornada do campeonato nacional diante do rival Sporting  antes de centrar atenções na conquista da taça, e pede-se casa cheia em homenagem aos corajosos atletas que saíram do Dragão Caixa com o mais valioso troféu da modalidade à escala europeia!

Assim, esperemos que o pavilhão esteja extremamente bem composto, e se viva um verdadeiro clima de festa. A equipa merece!

Preços: Público em geral: 5 euros; Sócios: 3 euros; Quota modalidades: Entrada livre.

Campeões!

SPORT LISBOA E BENFICA CAMPEÃO EUROPEU DE HÓQUEI EM PATINS!

CAMPEÕES EUROPEUS! Pela primeira vez na nossa história, em pleno Dragão Caixa e à custa do nosso principal rival! Épico, absolutamente épico! Ser Benfica é isto, vencer todas as adversidades! Contra tudo e todos! Enorme orgulho, obrigado campeões! Agora, é tempo de festejar!

Sport Lisboa e Benfica: Campeão europeu em três modalidades diferentes: Futebol, Hóquei em Patins e Futsal. Nem todos podem de dizer isto! Orgulho!

Campeões!

Modalidades: Fim-de-semana 6 & 7 de Abril

Futsal, 23ª jornada:  Piratas de Creixomil 0-7 SL Benfica.                                                Marcadores: Davi(2), Vitor Hugo, Marinho, Bruno Coelho, Diece, Júnior.

Basket, 21ª jornada: SL Benfica 88-63 Galitos
(1ºP: 29-18 , 2ºP: 19-5, 3ºP: 20-17, 4ºP: 20-23)
Pontos: Betinho (20), Dunn (18), Gentry (15), T. Barroso (10), Minhava (3), Elvis (10), Fonseca (6), Franklin (6)

Hóquei em patins, 24ª jornada: SL Benfica 11-6 Turquel
Golos: Carlos Lopez (3), Tuco (2), João Rodrigues (3), Valter Neves, Diogo Rafael, Luís Viana

Voleibol: 2ª fase, 9ª jornada: SL Benfica 3-2 Fonte Bastardo
Sets: (25-15, 25-20, 23-25, 24-26, 15-10)

Fim-de-semana 24 & 25 Março – Modalidades

Futsal (Sexta-feira) 22ª jornada da fase regular: Vitória na estreia de João Freitas Pinto por 6-3, diante do SC Braga AAUM.

Andebol, 3ª jornada da 2ª fase: ABC Braga 20 – 26 SL Benfica.  Marcadores: Cláudio Pedroso(3), Carlos Carneiro(7), Tiago Pereira(2), David Tavares(6), Nuno Grilo(2), Dario Andrade(4), José Costa(2).

Hóquei, 23ª jornada: HC Tigres 4-6 SL Benfica. De regresso ao lugar onde nos sagramos campeões na temporada transata, e nova vitória. Marcadores: Marc Coy, Diogo Rafael(2), João Rodrigues, Carlos Lopez, Luis Viana.

Basket, 19ª jornada: SL Benfica 75-63 Vitória SC. Vingança pela derrota na final da Taça de Portugal, da passada semana. Valeu. Pontos: Gentry (15), Betinho (18), Dunn (13), Franklin (1), T. Barroso (2), C. Andrade (11), Elvis (8), D. Carreira (7)

Hóquei: Benfica “esmaga” em Ponte de Lima

De volta à liderança, o Benfica foi a Ponte de Lima “esmagar” a formação local do Limianos por 9-1. Perante uma grande falange de apoio “encarnada”,  Cacau (4), Joao Rodrigues (2),  Luis Viana, Abalos e Carlos Lopez apontaram os tentos da equipa de Luís Sénica, em tarde de exibição de grande calibre.

Hóquei

Hóquei: Regresso à liderança!

Em fim-de-semana com direito a rolo compressor activado, o Benfica “atropelou” a Académica de Espinho por uns extraordinários 16-1. Jogo obviamente de sentido único, que serviu para galvanizar a tropa de Luís Sénica.

Porém, o melhor estaria reservado para este domingo. O Porto foi a Paços D’Arcos perder, e permitiu desta forma que a águia campeã nacional voltasse ao seu “habitat natural”: O topo da classificação do campeonato! Rumo ao “Bi”!

BENFICA - ESPINHO

Hóquei & Andebol: Vitórias nos “derbys”

As nossas equipas de andebol e hóquei cumpriram com as respectivas obrigações, e venceram o Sporting. Nada que não seja habitual, seja qual for a modalidade. Ambos os “derbys”, ainda assim, equilibrados. O de andebol (25-24) talvez devido ao número de cartões azuis atribuídos a jogadores do Benfica que condicionaram (e muito) a acção da equipa, e em hóquei (3-4), em Loures, muito por força do peso psicológico que a inglória derrota no clássico ainda tem no subconsciente dos jogadores.

Enfim, um bom aquecimento para o clássico deste domingo!

Hóquei: Derrota no clássico

4-6. Tal como é habitual, os lances de bola parada acabaram por se revelar decisivos. Em todos os clássicos, o Porto costuma ser mais eficaz na marcação deste tipo de lances, e neste jogo, não foi excepção, a contrastar com um Benfica bastante perdulário.

Creio que o Benfica teve igualmente um dia de azar, pois apresentou-se bem melhor que o Porto, no entanto, a sorte acabou por bafejar o adversário. Nada está perdido. Há muito campeonato pela frente, e temos apenas dois pontos de desvantagem.

Quanto às incidências pós-jogo, com Edo Bosch a insultar e a agredir adeptos, não me surpreendem. A esmagadora maioria das gentes daquele clube são assim, a imundice está-lhes no sangue.

Não podemos descer ao nível deles, mas há, isso sim, que unir esforços num só sentido: A revalidação do título. Porque afinal, o campeão somos nós.

Modalidades 100% vitoriosas

Futsal: SL Benfica 4-1 AD Fundão: Vitória diante daquela que se assume neste começo de temporada como a terceira força deste campeonato, com um futsal apetecível e um percurso de respeitar, embora chegasse à Luz no pior ciclo da época, na sequência de duas (ou melhor, das duas primeiras) derrotas consecutivas. Durante a primeira parte, mais Fundão. A formação beirã merecia ter ido para o intervalo a vencer, no entanto, registava-se um empate a uma bola. Na segunda parte, o Benfica lá conseguiu alcançar o sucesso, entrando forte. No final, o resultado foi de 4-1, sendo que o marcador não exprime a boa réplica dada pelo Fundão e mais uma fraca prestação por parte dos “encarnados”.

Basket: Galitos 79-83 SL Benfica: Nova vitória do campeão nacional, que conquistou mais três pontos na caminhada rumo à renovação do título. O resultado acaba por ser algo equilibrado derivado da má prestação do Benfica no 4º período, no qual acabou por adormecer e permitir a aproximação do Galitos.

Andebol: Águas Santas 24-28 SL Benfica: Uma boa ponta final permitiu aos comandados de Jorge Rito vencer num terreno por norma complicado. Destaque para o facto de o Benfica ter defendido bastante bem, sobretudo na segunda parte, na qual consentiu apenas 10 golos.

Hóquei: Candelária 2-6 SL Benfica: Tremenda vitória num terreno sempre complicado. Embora este ano a formação do Pico esteja algo irregular e mais fraca relativamente à passada temporada, jogar em sua casa é sempre tarefa complicada. Mas não para o Benfica, pelo menos, desta vez. Uma excelente vitória que nos mantém no topo!

Vitórias em andebol & hóquei

Andebol: Grande vitória no “derby” de Lisboa, fora, frente ao Belenenses . 29-17 foi o resultado, em jogo da 14ª jornada e na antecâmara da difícil deslocação a Águas Santas. Benfica é segundo no campeonato com menos um ponto que o líder Porto.

Hóquei: Belíssima segunda parte que culminou com um triunfo “encarnado” por 9-3 frente à Oliveirense, uma das boas equipas do nosso campeonato. Seguimos na liderança, e Sábado há um difícil confronto no reduto do Candelária!

Modalidades: 30 NOV/ 1 DEZ

Jornada 100% vitoriosa, num fim-de-semana em que a equipa de futebol não entra em acção uma vez que ainda está por definir o seu adversário na Taça de Portugal. Futsal, voleibol, basket, andebol e hóquei venceram, um Benfica de excelência.

Destaque para, apesar do afastamento da Taça EHF, a prestação da equipa do Benfica de andebol diante do Nantes. Com desvantagem de 8 golos trazida da 1ª mão, os “encarnados” venceram por 6 e, apesar de não ter sido suficiente, fica na retina mais uma bela exibição desta equipa que lidera o campeonato nacional.

De realçar também a prestação da equipa de basket que frente ao Sampaense bateu a sempre ambicionada barreira dos 100, vencendo por 103-56.

No entanto, a “cereja no topo do bolo” acabou por ser, sem dúvida alguma, o triunfo heróico do Benfica em Turquel! Depois de ter estado a perder por 6-2, a formação de hóquei benfiquista acabou por vencer por 6-7, aproveitando o deslize do Porto para assumir a liderança isolada do campeonato!

Outros resultados: SL BENFICA 4-1 Olivais (Futsal) & SL BENFICA 3-0 AA Espinho (Voleibol)

Pleno!

Andebol, Basquetebol, Futsal, Hóquei em Patins e Voleibol! Todas as supertaças conquistadas! O pleno! O Benfica é o primeiro clube da história a conseguir este tremendo feito.

Hoje, foi dia de conquistar a que faltava… de basket! Parabéns!

Hóquei: SL Benfica 9-6 Limianos

Vitória, objectivo cumprido. Valeu sobretudo pelo ataque, porque a nível defensivo, o Benfica vacilou bastante e a prová-lo estão os seis golos consentidos. Há que trabalhar esse aspecto. Do ponto de vista ofensivo, quase irrepreensível, numa tarde em que o reforço Marc Coy voltou a marcar, e Luís Viana foi rei ao fazer quatro golos.

Golos: Coy (2), L. Viana (4), Cacau (2), Diogo Rafael

SL Benfica 9-5 Oliveirense: A Sétima!

Porque começar com o pé direito e à Benfica é isto…

Parabéns rapaziada!

FC Porto, o assassino do hóquei em patins português

À primeira vista, parece uma estranha afirmação. Não, não se trata de ter morto no sentido de ter dominado e sendo um clube com menos adeptos em relação ao Benfica, o desporto ter perdido o interesse devido à sua hegemonia na modalidade. Matou porque, tal como no futebol, o sistema corrupto controlou ao longo de todos estes anos o hóquei em patins português. O campeonato que o Benfica conquistou com toda a justiça e ainda não lhe foi atribuído, foi uma autêntica proeza. Sempre a jogar contra a arbitragem, o Benfica conseguiu ser superior e bater tudo e todos. No entanto, não tendo jogo para o Benfica, o FC Porto voltou a recorrer a meios extra desporto para prolongar a sua hegemonia. No ano passado, o pouco mediatismo que este desporto teve nos últimos anos traduziu-se em vários roubos de paróquia, tanto na Luz com num enigmático jogo com o Candelária em que viraram o resultado numa pequena fracção de segundos e com penaltys a seu favor. Relevância zero, ninguém falou disso e no final de tudo, sem terem feito uma única referência ao campeonato durante toda a época, os telejornais fizeram a saber que o Porto prolongou a sua hegemonia passando a imagem de que eram de longe melhores e tinham mais uma vez ganho com todo o mérito, esquecendo-se de que o Porto terminou a prova com os mesmos pontos que o Benfica e ocultando esses roubos de que falo.

Desengane-se quem acha que o desporto português mais corrupto nos últimos anos foi o futebol. Foi mesmo o hóquei. E porque é que este tema veio agora à baila? Porque os senhores do FC Porto, protestaram o empate a cinco na Luz. Um protesto com um fundamento ridículo. Primeiro, alegaram que o guarda-redes Edo Bosch não conseguiu ver a bola devido a uma tocha aberta muito antes na bancada e por isso não defendeu o penalty de Sérgio Silva. Durante o lance, o guarda-redes portista nem esboçou um pequeno protesto tendo em conta o que o Porto agora protesta. Invenção pura. Depois, penalty para o Porto e Reinaldo Ventura a falhar. O árbitro auxiliar deu indicação de que este seria repetido, sem razão aparente. Felizmente, o árbitro principal mandou seguir. Indignadíssimas, as virgens ofendidas protestaram o jogo.

Ontem, depois da final da Taça de Portugal, Fernando Claro, presidente da Federação Portuguesa de Patinagem, fez questão de sublinhar que ainda não há campeão nacional, e há a forte possibilidade de haver repetição do jogo Benfica x Porto. Incrível. Com esta vitória do Benfica, o hóquei estava a ressuscitar. Oxalá, o Sr. Fernando Claro não queira matar o renascimento desta paixão de forma prematura. Não me pronúncio mais, aguardando decisão final.

Hóquei: Acabou em festa!

O resultado desta final foi o que menos interessou. Havia que desfrutar e prolongar a festa que tinha começado na semana anterior em Almeirim. Se possível, ganhar, mas os jogadores estavam visivelmente desgastados, o objectivo estava cumprido, e tudo o que viesse seria por acréscimo. Não me arrependo de ter feito quase 600 km no dia de ontem para ver o Benfica jogar. Mereceram. Não ganhámos a Taça, mas fizemos a festa na mesma. De realçar que se despediu do Benfica um grande: Sérgio Silva. E despediu-se com emoção, nos braços dos adeptos. Mais uma vez, reforço: Faltam a outras secções do Benfica homens como os do hóquei: Que sentem o clube, se entregam de corpo e alma para além de grandes jogadores, são, precisamente, grandes seres humanos. Para o ano há mais!

CAMPEÕES!

Porque uma imagem vale por mais que mil palavras…

Basicamente, estes heróis foram campeões na modalidade portuguesa mais corrupta nos últimos anos. Embrulha, tareco!

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 28 outros seguidores